A vida sem ansiedade não acontece, mas nos últimos anos, a ansiedade começou a atingir proporções epidêmicas. Pensamentos ansiosos impedem que você perceba o positivo e se regozija em pequenos prazeres; eles se tornam cada vez mais ataques de pânico, distúrbios nervosos e psicossomáticos.
Como lidar com a excitação incompreensível que se torna companheira da vida, diz a psicoterapeuta Anna Livshits.

lev
Anna Livshits

psicólogo da família, terapeuta da gestalt, geneticista, candidato a ciências biológicas, especialista em problemas nas relações familiares, interdependência, crises e distúrbios psicossomáticos

O que é ansiedade?

A ansiedade é diferente do medo incerteza do que uma pessoa tem medo, ou seja, não tem objeto. Enquanto no nível biológico do corpo, o mecanismo de "bater e correr" é iniciado, mesmo quando não é necessário.

O ritmo da vida, a busca da conquista, a situação no país, juntamente com a influência das redes sociais, atua em nossos cérebros, de modo que a ansiedade é generalizada (ou seja, se torna constante). O nível de ansiedade e distúrbios de ansiedade aumentou significativamente nos últimos anos.

Ansiedade na terapia Gestalt considerado como excitação interrompida, o impulso do corpo para agir. Em certas situações, quando a ansiedade interna já interfere na vida normal - é necessário fazer algo com ela. Caminhar, praticar esportes, desenhar, dançar pode ajudar com um baixo nível de ansiedade.

Com um alto nível de ansiedade, que ocorre durante seu acúmulo crônico devido aos altos níveis de estresse, a atenção às ameaças aumenta. O homem os vê onde não há. Parece aos parentes que a pessoa "se enrola" a si mesma. Devido à ansiedade, o sistema nervoso está esgotado e o nível de auto-sensibilidade é bastante reduzido.

Incerteza - o maior horror de uma pessoa ansiosa em condições em que não é possível calcular tudo com antecedência. Há uma necessidade urgente de saber no momento "sim" ou "não". Qualquer problema se torna catastrófico. É assim que o cérebro funciona.

E se ansiedade se torna constante, interfere na vida normal, desempenha suas responsabilidades familiares, vai ao trabalho, acompanhado de distúrbios do sono, ataques de pânico, obsessões - esse é um motivo para consultar um especialista. No nível físico, os distúrbios de ansiedade podem se manifestar na forma de distúrbios psicossomáticos. Por exemplo, é um distúrbio do sono, hipersensibilidade a doenças, ataques de pânico, síndrome do intestino irritável.

Pensamentos obsessivos. As pessoas encontram sua ansiedade quando é impossível não perceber. É impossível se concentrar em qualquer coisa. A ansiedade é caracterizada por pensamentos obsessivos, como se o ferro é desligado em casa, se eles esqueceram de trancar o apartamento e se terei tempo para fazer tudo, se sou bom o suficiente.

Ansiedade infantil na maioria dos casos, depende do ambiente, dos eventos que ocorrem em suas vidas e do nível de ansiedade na família.

A ansiedade também é afetada pela busca constante: melhor, mais alta, mais rápida e saturada com os eventos. Além de comparação com alguém, avaliação.

Experiência traumática. No outono, a ansiedade pode piorar. Porém, não por causa da mudança da luz do dia, como no caso da depressão, mas por causa de memórias associadas a eventos graves ou traumáticos. Por exemplo, quando você inicia a escola ou o jardim de infância, em um instituto ou em um novo emprego. Durante este período, uma pessoa pode inconscientemente transferir essa ansiedade para seus parentes, filhos e trabalho.

Legado. O aumento da ansiedade também pode ser o resultado de predisposição genética (incluindo "clima familiar" na infância) e de comorbidades e circunstâncias da vida.

Técnicas contra a ansiedade

A ansiedade leve dentro da norma pode ser extinta pelo exercício. Mas se eles não ajudarem - este é um sinal para consultar um especialista. O que você pode fazer:

Pausa entre casos - 5 minutos, conte até dez ou vinte. Respire: respire fundo, feche os olhos, expire, sinta o corpo da ponta dos dedos à cabeça. Concentre-se exclusivamente em seu corpo.

Prenda a respiração. Uma das práticas eficazes de respiração simples é concentrar-se na respiração lenta e profunda com atraso na respiração após a inalação. Com expiração profunda e lenta, a tensão diminui. 3-5 ciclos em uma posição confortável são suficientes.

Acenda uma vela. O olhar deve estar focado na chama, apenas respire como no exercício anterior, mas expire lentamente para o fogo. É necessário fundir um tsivochka para não extinguir. A contemplação do fogo acalma e a técnica da respiração aumenta esse efeito.

Desenhar. Este método funciona bem para pessoas criativas. Você pode desenhar qualquer coisa no momento do alarme: linhas, ziguezagues, qualquer coisa. O contato com o papel ajuda a se espalhar porque se preocupa por dentro e toma forma, forma. Transformar sua ansiedade e estabelecer limites já é terapia.

Mantenha um diário. Você pode escrever qualquer coisa: emoções, pensamentos, ações que deseja realizar, suas reações. Também ajuda a articular a causa da ansiedade enquanto a reduz. Ajuda a reduzir a ansiedade registrando o que você está preparando, para não carregar "preparado" em sua cabeça.

Viva no seu próprio ritmo. Cuide-se e esteja atento a si mesmo para sentir suas necessidades. Aprenda a dizer não quando algo não corresponder aos seus valores e prioridades.

Técnicas para ataques de pânico

Técnicas contra a ansiedade

Um ataque de pânico é um sentimento de súbita ansiedade intensa e medo, sempre acompanhada de alguns dos sintomas físicos: tremores, palpitações, tonturas, desorientação, sudorese, falta de ar, boca seca, náusea. Essa reação do corpo dura de 5 a 40 minutos.

Informações importantes que todos devem saber: não morra de ataques de pânico e não enlouqueça. Tais pensamentos aparecem durante o ataque. Um ataque de pânico é um sinal para consultar um psicoterapeuta, porque a medicação reduzirá os sintomas, mas a causa - a ansiedade inconsciente acumulada - não será eliminada.

É impossível parar um ataque de pânico até que a excitação acumulada seja liberada. Se você estiver ao lado de uma pessoa que sofreu um ataque de pânico, é muito importante ser o mais calmo e sensível possível, para não aumentar sua ansiedade, mas para ajudá-lo.

Respire pelo estômago - você precisa sentar-se confortavelmente, descansar os pés no chão, sentir o chão bem, colocar a mão no estômago e respirar lentamente (inspire pelo nariz e expire pela boca).

Respire na praça. Você precisa encontrar ao seu redor ou imaginar um quadrado. Você pode se concentrar no travesseiro, por exemplo. Respire às custas de quatro, mudando a atenção de um canto para outro com um atraso na respiração (inspire o alongamento por cerca de 4 segundos, faça uma pausa e expire pela mesma quantidade).

Mude a atençãosair de um estado estreitado pelo medo da consciência. A tarefa é mudar o foco do meio para fora. Pela força de vontade você pode forçar-se a contar árvores, carros, janelas. Você pode nomear objetos em voz alta, descrever o que vê. Lavar em casa com água fria ou com um chuveiro ajuda em casa.

Mantenha um diário de pânico - durante o ataque, é necessário descrever detalhadamente o que está acontecendo neste momento. Onde você está, com que roupa, o que as pessoas estão por perto, a que horas são, o que havia antes do pânico, o que você sente agora, que pensamentos em sua cabeça.

Experimente a técnica "para os corajosos" - Reforço. No momento do pânico, você pode aumentá-lo ao ponto do absurdo, para causar um ataque na forma máxima, concentrando-se nas sensações do corpo que assustam.

Trem tensão-relaxamento - Essa técnica deve ser usada com antecedência, em repouso, porque durante um ataque de pânico o corpo encolhe e espasmos. Então, em um momento crítico, você precisa se esforçar bastante e depois relaxar.

Use uma faixa elástica (pulseira de borracha) no braço. Se você puxar o elástico no início do ataque e soltar, a dor na pele distrairá a atenção do exterior, das sensações físicas, de modo que o medo diminuirá.

Prós e recursos da ansiedade

Se uma pessoa está preocupada com alguma coisa, sua atenção estará focada nela. Isso o ajudará a se preparar melhor, alcançar um sucesso mais significativo, trabalhar mais e obter resultados.

Texto: Olga Cherntsova
Colagens: Victoria Mayorova

Materiais similares

Materiais populares

Você se meteu versão beta website rytmy.media. Isso significa que o site está em desenvolvimento e teste. Isso nos ajudará a identificar o número máximo de erros e inconvenientes no site e a torná-lo conveniente, eficaz e bonito para você no futuro. Se algo não funcionar para você ou você quiser melhorar algo na funcionalidade do site - entre em contato conosco da maneira que for mais conveniente para você.
BETA