Estamos publicando uma tradução da carta de Robert Svoboda, que pode se tornar uma navegação para a transição da vida isolada para um ritmo comum.

liberdade
Robert Freedom

O escritor americano, Dr. Ayurveda, o primeiro homem no mundo ocidental a ser licenciado para praticar Ayurveda na Índia (1980), dá palestras sobre Ayurveda e a religião do Oriente ao redor do mundo, orador da conferência PRO Altermed 2020.

Agora que o mundo está reabrindo após o isolamento e a parada, estamos em transição. Nossa quarentena foi inesperada e traumática para muitos. Espera-se que algumas pessoas, depois de enfraquecidas, comecem desde o início, como se estivessem correndo contra nós, o resto, para serem as primeiras a "recuperar suas vidas". Mas como a vida para a qual eles estão tentando voltar desapareceu, eles permanecem em um mundo cuja trajetória mudou para sempre. E as expectativas que poderiam ter sido relativamente razoáveis ​​apenas três meses atrás agora se tornaram irreais.

A abordagem pragmática do nosso novo mundo é antes fazer uma transição lenta da seqüestro , e gradualmente se desdobram do caminho interior da existência para o aberto. Podemos chamar esse processo sandhi (sandhi), uma palavra em sânscrito que denota duas coisas que são unidas. palavras inglesas juntar , junção provêm da raiz proto-indo-européia yeug (por exemplo), da qual a palavra sânscrita yoga também se originou.

As articulações do corpo são "conexões", como contratos e fronteiras entre países, combinações melodiosas de palavras, horizonte e qualquer momento favorável. Na era védica, o mais significativo Sandhami para adoração eram Três sandhya - três momentos do dia, que previam mudanças na natureza da luz:

  • amanhecer (transição das trevas para a luz);
  • meio-dia (quando a luz atinge o máximo e varia do aumento do amanhecer até o pôr do sol);
  • pôr do sol (transição da escuridão para a luz).

Ayurveda ensina que Vata dosha pode ser exacerbado a qualquer momento, daí o conhecido ditado rtusandhishu vyadhayoh jayante ("As doenças nascem na junção das estações"). Todas as "conexões" que cada um de nós concorda inconscientemente diariamente na transição do sono para a vigília e vice-versa são importantes para a nossa saúde. Muitas pessoas têm o hábito de pular da cama e agir imediatamente, não permitindo que seus corpos se aqueçam e passem gradualmente da inércia inativa do sono para a inércia dinâmica da atividade diurna. Essa impaciência interrompe os ritmos naturais a força da vida do prana - manifesta-se através do corpo físico como uma desarmonia fisiológica. Essa desarmonia de vitalidade também é frequentemente exacerbada por um desequilíbrio de açúcar no sangue devido a estimulantes e carboidratos simples. Adicione a tristeza do passado e o medo do futuro (emoções dolorosas e tumultuadas que são inerentes ao tipo de Vata) e agora as inconsistências e irregularidades das conexões são lançadas, o que geralmente pode durar o dia todo.

O que se manifesta em um dia se manifesta ainda mais nas estações, no próprio ano, nos "compostos" da vida (nascimento, adolescência, menopausa /andropausa e morte), ao mudar de externo para interno (por exemplo, na meditação) ou na transição da terapia intensiva.

A chave para uma vida satisfatória são as transições suaves, afastando-se graciosamente do anterior e acelerando gradualmente para o próximo, avançando calma e metodicamente para alcançar nossos objetivos. Isso é adequado para todas as transições, especialmente quando saímos do isolamento forçado de volta à vida pública. Cada um de nós tem a chance de começar uma nova vida, o que seria impossível sem esses dois meses de solidão obrigatória.

William Henry Channing, um padre unitário, cruzado pelo sufrágio feminino e capelão da Câmara dos Deputados dos EUA durante a Guerra Civil, descreveu seu ideal de uma vida saudável da seguinte maneira:

«Viver com conteúdo pequeno; buscar elegância, não luxo, sofisticação, não moda; ser digno, não respeitável, viver em abundância, não em riqueza; ouvir com o coração aberto as estrelas e os pássaros, os bebês e os sábios; estudar diligentemente, pensar com calma, agir sinceramente, falar em voz baixa, esperar por casos convenientes; nunca se apresse; em uma palavra, permitir que o espiritual, o imprevisível e o inconsciente, germinem através do mundano comum é minha sinfonia".

À medida que a sociedade voltar a mudar, cada um de nós leve esse coração a sério e, deixando para trás o passado, vá gradualmente para o futuro!

Dr. Robert Svoboda

Texto: Robert Freedom (Robert Svoboda, EUA)
Tradução: Alexander Ostanin
Colagens:
Victoria Mayorova

Materiais populares

Você se meteu versão beta website rytmy.media. Isso significa que o site está em desenvolvimento e teste. Isso nos ajudará a identificar o número máximo de erros e inconvenientes no site e a torná-lo conveniente, eficaz e bonito para você no futuro. Se algo não funcionar para você ou você quiser melhorar algo na funcionalidade do site - entre em contato conosco da maneira que for mais conveniente para você.
BETA